fbpx

Redes Sociais:

Image Alt

shopee Tag

Fernando Capez, diretor do órgão, cobra explicações da empresa sobre venda de produtos contrabandeados ou falsificados   A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP) notificou a Shopee na útlima semana, pedindo esclarecimentos sobre a autenticidade e a origem de produtos oferecidos aos consumidores no site e aplicativo da marca. Segundo Fernando Capez, diretor do órgão de defesa do consumidor, o objetivo é garantir que os itens vendidos na plataforma são legítimos. “A Shopee deverá explicar sobre eventuais produtos contrabandeados ou falsificados vendidos aos consumidores. A partir dessa