Image Alt

Fernando Capez

Procon-SP fiscaliza preços abusivos de máscaras e álcool em gel

Mais de mil estabelecimentos foram fiscalizados pelo Procon-SP em função da pandemia de Covid-19

A pandemia do Coronavírus e seus efeitos catastróficos na saúde e economia, gerando pânico em toda a população, levou à procura generalizada de máscaras hospitalares e álcool em gel 70%.

Diante disso, fornecedores de má fé se aproveitaram para buscar lucros desproporcionais à custa do desespero das pessoas e elevar preços de forma claramente abusiva.

Em reação a essa prática criminosa, o Procon-SP fiscalizou mais de 1.000 estabelecimentos por toda região metropolitana de São Paulo, exigindo os estabelecimentos justifiquem essa cobrança acima da média dos meses anteriores.

 

Nesse cenário, é necessário que o consumidor fique atento e denuncie . O valor de um recipiente de meio litro de álcool em gel deve variar entre R$ 15,00 e R$ 20,00 reais no máximo.

 

O pacote contendo cem máscaras hospitalares, por sua vez, deverá apresentar preço entre R$ 60,00 e R$ 70,00 reais, sendo inadmissível preços de até R$ 400,00 reais.

Valores abusivos serão severamente reprimidos, não apenas com multas pesadas, que podem chegar até a R$ 10 milhões de reais, mas também com processo criminal , uma vez que a elevação de preços sem justificativa configura crime contra a economia popular, quando praticada durante período de calamidade pública.

O momento é grave e exige solidariedade e espírito coletivo de todos, não é hora de ninguém lucrar às custas da necessidade dos outros , nem tampouco de agir com egoísmo e ganância. Só com a união de todos sairemos dessa grave situação.

Add Comment